Logo do Planeta Roxo, clube do livro digital da BilbboLogo do Planeta Roxo, clube do livro digital da Bilbbo

Clube do livro digital de ficção científica e terror.

Logo do Planeta Roxo, clube do livro digital da BilbboLogo do Planeta Roxo, clube do livro digital da Bilbbo

Clube do livro digital de ficção científica e terror.

Drama
Fantasia
Afrofuturismo
Clássicos
Sci-Fi
Crônica
Terror
Steampunk
Suspense

Confira as leituras de

Março de 2021

A Esfinge sem segredos

Clássico
Oscar Wilde

Fabrício Corradini

Tradução
Baixar
Download indisponível

O quarto encontro

Conto
2018

Aline Bassoli

Autor
Autora
Autor e Organizador
Autora e Organizadora
PDF
ePub
Download indisponível
Sobre

Tempo, escolha, mistério e econtros nada foge o fim.

Durante toda vida, duas coisas acontecem constantemente, o tempo e as escolhas que tomamos, e uma semore interfere na outra, mas o final esse não da para escolher nem adiar o tempo.

Baixe os eBooks
Lanterneiro

Tudo sobre os Originais e sobre o Resgate desse mês.

Fique por dentro dos bastidores do clube.

Em breve o Lanterneiro Exclusivo desses mês estará disponível aqui para você.
Conheça outros episódios
Lanterneiro Exclusivo
Março de 2021
0:00
0:00
Conteúdo

Muito mais conteúdo sobre o Planeta Roxo de

Março de 2021

Aqui na Bilbbo, o hub da literatura nacional.

#piadaruim
#autoresnacionais
#clubedolivro
#editorasindependentes
#ficçãocientífica
#terror
Leitura gratuita

Já leu tudo? Continue lendo nossas publicações gratuitas.

Todo mês disponibilizamos quatro contos gratuitos de gêneros variados. Comece lendo os deste mês.

Para ler agora
ver mais
Minis para ler agora
ver mais
Lançamento
Golpe
Terror

I.

A mãe da minha esposa tinha morrido há uma semana quando recebi a ligação no celular:
— Estamos com a sua sogra.
— Devem ser no Inferno, porque a desgraçada morreu!

II.

Desliguei o telefone, puto com aquilo. Já não bastasse incomodar com um golpe bobo como aquele de sequestro, ainda usava uma falecida?
Você vai se arrepender, veio um SMS logo depois. O finalzinho do número era 666. Ignorei aquilo, claro.

III.

Hoje, cinco anos depois que meu casamento acabou, ainda sou assombrado pelo fantasma da minha sogra. E, pelo que soube, não existe um até que a morte os separe para isso.

IV.

V.

A Troca
Sci-Fi

I.

Não me lembro muito bem como isso tudo começou, mas sinto que tem algo a ver com a chuva. Sempre que me pego nesta situação, por mais desagradável que ela seja, está chovendo.
Sinto os pingos caírem suavemente pelo meu rosto e tombo a cabeça para trás, recobrando meus sentidos um a um.

II.

Primeiro o tato, depois sinto o sabor da chuva, misturado a um outro, um pouco ferroso em minha boca. Depois escuto a chuva caindo, e batendo em um corpo que não é o meu. Por fim, abro meus olhos, esperando encontrar uma grande nuvem cinza. No momento que abro os olhos, desejo fecha-los, e apago no lugar onde estou.

III.

Não me lembro muito bem como isso tudo começou, mas sinto que tem algo a ver com a chuva. Sempre que me pego nesta situação, por mais desagradável que ela seja, está chovendo.

IV.

V.

Fábrica
Drama

I.

- Perdemos mais um. Na mineração.

- O quê?

- Perdemos mais um. Na fundição.

- Porra! na fundição ou na mineração?

II.

- Fundição e mineração... só um minuto...e mais quatro na explosão de uma caldeira. Acabou de acontecer.

- Merda! Esses putos querem acabar com minha empresa! com minha família! com o meu dinheiro! estão morrendo aos montes! isso é um absurdo! que gente incompetente! não duram mais que três meses! sempre morrendo!

III.

- O senhor deveria investir em robôs. São indestrutíveis...

- Você sabe quanto custa um robô? um absurdo! absurdo!

IV.

- Prefiro aproveitar o fato dos robôs terem acabado com direitos trabalhistas, trabalham por migalhas, não geram custo...

- Quantos morreram esse mês?

- Nessa unidade, 70.

V.

- Peça outra carga de imigrantes. 
E seja breve. Tempo é dinheiro.