Logo do Planeta Roxo, clube do livro digital da BilbboLogo do Planeta Roxo, clube do livro digital da Bilbbo

Clube do livro digital de ficção científica e terror.

Logo do Planeta Roxo, clube do livro digital da BilbboLogo do Planeta Roxo, clube do livro digital da Bilbbo

Clube do livro digital de ficção científica e terror.

Afrofuturismo
Romance
Sci-Fi
Steampunk
Clássicos
Suspense
Cyberpunk
Crônica
Terror

Confira as leituras de

Dezembro de 2020

O Caso Fylo Medusa

Clássico
Editora Diário Macabro.

Fabrício Corradini

Tradução
Baixar
Download indisponível
Sobre

Os habitantes do Planeta Roxo

O nosso clube do livro digital está macabro no mês de dezembro! Cuidado com cultos neste Natal e de aquele abraço no seu irmão de uma dimensão paralela com os dois contos exclusivos desse mês.

Baixe os eBooks
Lanterneiro

Tudo sobre os Originais e sobre o Resgate desse mês.

Fique por dentro dos bastidores do clube.

Em breve o Lanterneiro Exclusivo desses mês estará disponível aqui para você.
Conheça outros episódios
Lanterneiro Exclusivo
Dezembro de 2020
0:00
0:00
Conteúdo

Muito mais conteúdo sobre o Planeta Roxo de

Dezembro de 2020

Aqui na Bilbbo, o hub da literatura nacional.

#piadaruim
#autoresnacionais
#clubedolivro
#editorasindependentes
#ficçãocientífica
#terror
Leitura gratuita

Já leu tudo? Continue lendo nossas publicações gratuitas.

Todo mês disponibilizamos quatro contos gratuitos de gêneros variados. Comece lendo os deste mês.

Para ler agora
ver mais
Minis para ler agora
ver mais
Lançamento
Café
Sci-Fi

I.

Chegou na calçada, me olhou, entregou a carta e saiu cantarolando, correndo pela rua. A menina parecia assustada.

Bem, quem é que entrega cartas hoje em dia? Abri o envelope.

II.

As letras mais bizarras que eu já vi... Pareciam códigos de computador, escritos com uma tinta escura e mal cheirosa.

Lembrei da água no fogo, voltei às pressas pra passar o café. Terminando, sentei no sofá e adormeci.

III.

A campainha tocou, me acordando. Tive que atender uma menina estranha no portão.

Abri a porta. Vento gelado e silêncio total. A criança me entregou um envelope e saiu.

IV.

Abri e li: "você está preso num loop".

Criança louca...Dei risada, voltei pra dentro pra terminar de passar o café...

V.

Impostores
Sci-Fi

I.

Olhar para aquelas versões, os "impostores", era como mudar de canal de TV, e ver a mim mesmo atuando em diversos papeis, desempenhando diversas funções.

II.

O fato de ser e não ser a mesma pessoa me incomodava, e me questionava quem, além de mim, notaria a diferença.  Eu tinha o controle desses canais, disso eu tinha plena certeza.

III.

Restava-me saber como mexer no "roteiro" desses canais.

IV.

V.

Boêmio
Romance

I.

A noite cai na grande cidade. Pessoas caminham apressadas para chegarem as suas casas, mas o boêmio não

Ele é amigo da lua, amante da madrugada. Ele versa com aquilo que ninguém percebe, as estrelas.

II.

O boêmio acorda tarde e se prepara para à noite. Ele é um ser intocável sentimentalmente.

Mas o boêmio não contava em se apaixonar.

Amanda é uma menina alegre, 25 anos e com um tesão pela vida que encanta a todos.

III.

O boêmio, numa bela noite de lua cheia no alto do céu, viu o brilho da Amanda e a confundiu com aquilo que o inspirava.

Não era nenhuma estrela, era a menina de seus olhos encantados. O boêmio tentou fugir, dizer não quando queira dizer sim.

IV.

E como um raio, Amanda passou e o boêmio com as pernas bambas ficou e reação não teve. A menina se foi. E hoje o boêmio chora, tendo sua amiga lua por testemunha, guardando na memória a noite em que um anjo tocou seu coração.

V.

Agora ele rabisca nos guardanapos dos bares versos de tristeza, aguardando o dia em sua musa aparecerá novamente.