Dormente

Dizem que você vê demônios.
Dizem que você não pode se mexer.
Dizem que o terror é insuportável.

A madrugada não é tão escura quanto as pessoas pensam.
Eu não sei o que adormeceu primeiro, se o meu corpo ou os meus sentimentos.
Mas acordei sozinho na escuridão e, pela primeira vez, senti medo.

Onde estava o demônio? Onde estava? Imóvel, eu o busquei com o olhar.
Mas não havia nada. Era o breu. Aquilo era novo. Mas meu corpo, meu corpo...
Continuava inacessível.

Pensando bem, tudo faz sentido.
Os demônios só se interessam pelos vivos.