2020

Ela olha para o céu iluminado de fogos, em êxtase com o espetáculo, assim como as pessoas ao seu redor.

Aos poucos, seu olhar pende para o chão. As mordiscadas no lábio são de preocupação. O cenho franze.

- Está tudo bem? - pergunto.

- Só estou pensando! - responde.

- É claro que está. O estresse de fim

de ano e tantas outras coisas que se acumularam, acabam com qualquer ideia "paz" que a época tenta propagar.

-É medo! Bobagem! -justifica.

- Não é. Tudo que é novo amedronta. Tudo que tende a se repetir também. Mudanças são difíceis, e nunca estamos preparados.

-Venha cá! - eu a abraço.

- Independente do que vá acontecer, continue sendo gentil e batalhando. Não se esqueça que eu amo você, e estarei ao seu lado. 

Ela enxuga as lágrimas e volta a olhar o céu.

-Mantenha-se firme! Ok, Esperança?

-Ok, Ano Novo!