Autor
Autora
Organizador
Organizadora
Autor e Organizador
Autora e Organizadora
Editor
Editora
Ilustrador
Ilustradora

Gabrielly Hannaly

1
publicações
publicação
conquistas
conquista
Publicações
Sobre

Mini Contos

Leia gratuitamente
+
De pequenos não possuem nada.
Oops... este organizador ainda não publicou Mini Contos.

Mini Contos

Leia gratuitamente
+
De pequenos não possuem nada.
Drama
O Autor
mini conto
I.

Esta escrita e essas linhas, não são minhas! Teria eu tão mau gosto a ponto de copiar o enredo de um outro rosto? Seria assim tão descarado a ponto de usar um roteiro que já fora apresentado?

II.

Não! Não são mesmo minhas estas palavras confusas e ato criativo redundante, não sou assim tão categórico e simplório, para escrever algo tão sem alma e sem coração. No entanto há que se admitir que vendeu um milhão de cópias e talvez venda muito mais, mesmo sendo assim uma história tão fugaz e previsível.

III.

Seria o paladar do leitor tão pouco aprazível a ponto de fazer render este ensaio de livro!? No entanto há que se admitir que os jornais anunciam ser o próximo best seller.

IV.

Não gosto disso! Não é meu livro, mas por via das dúvidas deixarei em meu pseudônimo.

V.

Conquistas Literárias

+

Contos

+
Oops... logo este autor publicará seus contos aqui.

Organizado

+
Ainda não há obras organizadas

Abreviadas

+
Oops... este organizador ainda não publicou Abreviadas.

Antologias

+
Oops... este organizador ainda não publicou Antologias.

Livros

Este organizador ainda não publicou Livros.

Alguns autores são um tanto misteriosos... 💜

Gabrielly Hannaly, acadêmica de Direito, aspirante a poeta, romancista com um livro publicado de forma independente pela plataforma da Amazon, intitulado como: "Trinta e um dias". Começou a rascunhar textos breves aos catorze anos de idade, a sua primeira vez? Há... Foi em um dia de sol, quando ficou presa fora de casa após chegar mais cedo da escola, sentou-se na varanda, pegou o celular e escreveu algumas notas. Desde então nunca parou, nunca deixou de acreditar que as palavras escritas podem ser mais sentidas do que as ditas: porque uma frase proferida no hoje pode mudar uma vida, mas uma palavra omitida no ontem, não escrita, essa se perde para sempre, perece como se fosse realmente perecível... E por este motivo, sempre impulsionada a escrever, seja pela ganância das palavras ou por medo de suas próprias omissões que amanhã já serão como breves ilusões de uma história rasa, que ficou esquecida, entre as prateleiras da vida e dos pensamentos que guardamos em casa, nossa escritora,Gabrielly Hannaly que também atende pelo pseudônimo "autora de sonhos", costuma dizer que: "sua escrita é semelhante ao céu em uma tarde qualquer, cheio de cores, as vezes laranja, qualquer dia roxo e sempre azul, como uma paleta de cores que não tem fronteiras, umas invadem o domínio das outras, é uma escrita sem beiras, muros ou barreiras, é a própria arte que corre em suas veias"

Comunidade

Condado

Entre na comunidade da Bilbbo para interagir com os criadores de mundos e contar histórias épicas.

Toc. Toc. Entrando!