Conto
Cíclico

Do resquício da história, uma descoberta que envolve ciência e uma força divina que se sente na pele. Na cidade de Amanaram, oásis de tecnologia, acontece uma narrativa de Deuses, genética e esperança. O que se esconde por trás da Chuva que transforma a todos daquela cidade?

Leia o primeiro conto de Uni duni tê

Marco Cortez
1
publicações
publicação

Conquistas Literárias

Pois cada história e seu autor possuem características que os tornam únicos aos olhos de cada leitor.

Confira
Abreviada
Entre portas e histórias

O tempo passa e os construtos em nossas mentes começam a se degradar tornando o processo de resgatar cada memória muito mais complexo e difícil, entramos em um labirinto a procura das portas corretas onde estão armazenadas nossas histórias. Com o chegar da velhice, você deve se fazer uma única pergunta: Por qual porta devo entrar?

Bilbbo
15
publicações
publicação
Antologia
Sombras de Galway

O cinzento e pacato condado de Galway nunca mais seria o mesmo após uma garota ser assassinada e crucificada. Um segredo antigo vive nas sombras que cercam o destino de 5 homens.

Contador de Histórias
1
publicações
publicação

Olá, que tal continuar as suas leituras?

Mini Contos

Leia gratuitamente
mais
Suspense
Acidentes
mini conto
I.

Quando eu ainda era um garotinho, desejei muito ter um bichinho de estimação, e que fosse só meu.     Minha mãe, como qualquer mãe, me advertiu sobre a responsabilidade e permitiu que eu tivesse. Ela sabia que eu cuidaria muito bem dele.

II.

Meu irmão, parecia não se importar com o fato de ter um animalzinho em casa, mas sempre que ele ficava a sós com meu bichinho, um "acidente" acontecia. Minha mãe, para evitar um confronto direto, me presenteava com outro. Quantos peixinhos, passarinhos e hamsters eu tive! E todos eles "acidentados".

III.

Então, veio meu primeiro cachorrinho;   o vira-lata mais esperto do mundo. Minha mãe sabia o quanto eu queria.  E eu sabia que não demoraria muito, e meu irmão ficaria sozinho com ele.

Decidi então ser prático: meu irmão sofreu um "acidente". Ele se foi, e meu cachorrinho ficou.

IV.

Vivi muito feliz com ele! E posso dizer que minha mãe também. Bom, ela nunca me disse o contrário, e nem ousou.

V.
Drama
Esfíngico
mini conto
I.

Desde criança tinha curiosidade em conhecer o baú secreto do senhor Wilson, um velho sábio que parecia saber de todas as coisas. Sempre ouvi dizer que se descobríssemos o que havia ali conseguiríamos finalmente descobrir o segredo que nos mantém vivos.

II.

Mas nunca ninguém conseguiu entrar naquela sala amarela onde ele ficava guardado pois o ancião não permitia que ninguém se aproximasse.

III.

Até que numa quarta-feira chuvosa enquanto Wilson preparava um café consegui aquilo que sempre foi tão ábdito, entrei na sala e rapidamente abri aquela grande caixa de madeira rústica, retirei um papel e li:

IV.

“Quando você descobrir o segredo que o mantém vivo não terá mais razão para continuar vivo. Não tenha pressa, nem medo e não busque sentido, viver já é a melhor descoberta que poderia fazer!”

V.
Terror
A Espera
mini conto
I.

- Que frio, não acha?

- Não.

- Só queria conversar. Essa parada é escura, estou com medo de ficar sozinha depois que seu ônibus chegar.

- Desculpe, estou de mau humor com a espera do ônibus.

II.

- Faz tempo que espera?

- Não lembro, o seu atrasou?

- Não sei... Você tem horas?

- Que horas é o seu ônibus?

- Não sei.

- Então ajuda saber as horas?

III.

- Tem razão. Qual você está esperando?

- Qualquer um.

- Qualquer um?

- Não sei onde ir. Para quem não sabe, qualquer um serve.

- Também não sei qual pegar.

- Já nos vimos?

IV.

- Talvez, por isso não tive medo de puxar assunto. Aqui me dá calafrios.

- Também não gosto.

- Sabe, não sou medrosa, mas ouvi dizer que quando alguém morre fica em um looping, revivendo a mesma cena, até estar pronto para seguir. Só de pensar em fantasmas fico congelada.

V.

- ...

- Que frio, não acha?

Drama
Rotina
mini conto
I.

Temos horário para acordar, para comer, para começar a trabalhar, para sair e até para dormir.

Somos monitorados em estabelecimentos, estacionamentos e ruas.

Vivemos conectados 24horas por dia.
Nossa maior conquista está exposta nas redes sociais. Nosso maior desconforto também.

II.

Temos validade. Precisamos de manutenções mecânicas. Vivemos em filas.

Todo mundo se conhece por videos, mensagens instantâneas e aplicativos. Somos movidos por likes, views e matches.

As eras das máquinas chegou.

III.

Nós somos as máquinas.

IV.
V.
Suspense
Inigualável
mini conto
I.

A primeira vez que lhe vi foi em um café perto do meu prédio. Cruzamos olhares, você sorriu, pediu licença, e então eu soube que nunca mais poderia te deixar ir.

Depois disso, te achei nas redes sociais e nos encontramos ainda quatro vezes pela cidade. Eu me vi aprendendo cada charme e hábito seu, rindo de seu humor rápido e inteligente.

II.

Saiba, eu acho que você é a pessoa mais incrível do mundo. Forte e complemente única.

Fiquei muito feliz quando em nosso quinto encontro, reuni coragem e te acompanhei da parada de ônibus até sua casa.

III.

Hoje, depois de um mês, percebi que você esqueceu as chaves no portão de entrada. Mas não se preocupe, eu já as peguei.

IV.

Agora mal posso esperar para finalmente nos conhecermos em pessoa.

V.
Suspense
Sorte
mini conto
I.

Cibele acreditava que se ouvisse o Universo, ele lhe retribuiria de alguma forma, mas também relacionava sua sorte ao seu par de tênis verdes.

Se a semana começasse atravancada, era vestí-los e tudo fluiria bem até sexta-feira.

II.

Naquela sexta-feira não foi diferente: seu chefe elogiara seu serviço, teve seu almoço pago por um colega, sua nota na prova final fora a máxima e ainda pode se presentear com um novo corte de cabelo, pago com o dinheiro que achou na rua.

III.

Agradeceu ao Universo pela enxurrada de boa sorte.

Não percebeu que sua carona seguia para um caminho diferente, e nem que aquele não era o carro, nem o motorista do aplicativo.

IV.

Cibele foi achada treze semanas depois, vestindo apenas seus tênis verdes. 

O assassino quis mantê-los, pois acreditou que era um sinal de sorte pela sua sétima vítima.

V.

Romance

Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

Ano 0: A Origem
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

1900
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

1976
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

1992
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

5200
leia →
Conquistas

Terror

Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

Origem oculta
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

Miados
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

Levante-se
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

Reflexos
leia →
Conquistas
Sobre

Conheça todas as Conquistas oficias Bilbbo.

O olho lunar
leia →
Conquistas
Comunidade

Condado

Entre na comunidade da Bilbbo para interagir com os criadores de mundos e contar histórias épicas.

Toc. Toc. Entrando!
Pesquisa

Nos ajude a evoluir a plataforma

De leitor para leitor, o que você gostaria de ver aqui?

Participar da pesquisa