Logo do Planeta Roxo, clube do livro digital da BilbboLogo do Planeta Roxo, clube do livro digital da Bilbbo

Clube do livro digital de ficção científica e terror.

Entre no clube
Logo do Planeta Roxo, clube do livro digital da BilbboLogo do Planeta Roxo, clube do livro digital da Bilbbo

Clube do livro digital de ficção científica e terror.

Entre no clube

Resgate de Clássicos

Os mais diversos contos de Ficção Universal, alguns publicados pela primeira vez no Brasil.

Conheça
+

Contos Originais

Dois contos de Autores Nacionais Independentes todos os meses para os tripulantes.

Conheça
+

Podcast literário

Um episódio extra do Lanterneiro, o Podcast da Bilbbo, com os autores do mês.

Ouça agora
+
Uma comunidade literária para você falar com autores nacionais e descobrir novas leituras.

Comunidade Aberta

Acesse o nosso servidor no Discord e converse com autores, leitores e com o time Bilbbo.

Participe agora
Fantasia
Steampunk
Drama
Afrofuturismo
Sci-Fi
Cyberpunk
Suspense
Terror
Crônica

Clube do livro digital, como assim?

Palma, palma, não priemos cânico! A gente te explica.

Todos os meses um clássico da literatura e dois contos originais.

Novos envios todos os meses

Todos os meses nós te encaminhamos dois contos originais Bilbbo e fazemos o resgate de um clássico da literatura.

Livros disponíveis para celular, kindle, tablet e computador em formato de ePub e PDF.

Disponível para qualquer aparelho

Criamos os nossos eBooks (ePub e PDF) para se adaptarem ao seu celular, tablet ou Kindle.

E tudo isso por apenas R$8 mensais

E se o Planeta Roxo não for pra você, cancele quando quiser.

Entre no clube
Clube do Livro

Você recebe a melhor experiência da literatura nacional & internacional

Vem fazer parte do Planeta Roxo, nosso clube do livro de terror e ficção científica. Dois contos originais e um clássico todos os meses.

01
Unindo o clássico ao contemporâneo
02
Conteúdo curado por um time incrível
03
Ebooks acessíveis para todo tipo de pessoa
04
Apoie a literatura nacional
Leitura gratuita

Nosso mimo para você que já amou a Bilbbo e quer ler nossas publicações.

Todo mês disponibilizamos quatro contos gratuitos de gêneros variados. Comece lendo os deste mês.

Para ler agora
ver mais
Minis para ler agora
ver mais
Lançamento
Camila
Romance

I.

Deslizo a mão em seus cabelos grisalhos. Há tanta coisa para contar, sabe? Desde o dia que te conheci, quando de forma inusitada, te atropelei com a minha bike… 



II.

Nossa primeira dança no baile de formatura, nosso primeiro beijo lá na casa dos seus pais…

Depois disso, trabalhando, alugamos uma casinha e vivemos momentos maravilhosos; parecíamos duas crianças brincando sem nunca cansar.

III.

Sofri junto com você no nascimento do nosso primeiro filho, mas deu tudo certo. Aprendi, com muitos erros, a decifrar cada expressão e sentimentos teus. Não fomos para Paris ou Nova York, mas descobrimos muito do nosso Nordeste.

IV.

Hoje, por ironia do destino, você não se lembra mais de mim, nem dos nossos inúmeros momentos juntos.

V.

Mesmo assim, amanhã irei te contar tudo de novo, como se fosse a primeira vez.

Boêmio
Romance

I.

A noite cai na grande cidade. Pessoas caminham apressadas para chegarem as suas casas, mas o boêmio não

Ele é amigo da lua, amante da madrugada. Ele versa com aquilo que ninguém percebe, as estrelas.

II.

O boêmio acorda tarde e se prepara para à noite. Ele é um ser intocável sentimentalmente.

Mas o boêmio não contava em se apaixonar.

Amanda é uma menina alegre, 25 anos e com um tesão pela vida que encanta a todos.

III.

O boêmio, numa bela noite de lua cheia no alto do céu, viu o brilho da Amanda e a confundiu com aquilo que o inspirava.

Não era nenhuma estrela, era a menina de seus olhos encantados. O boêmio tentou fugir, dizer não quando queira dizer sim.

IV.

E como um raio, Amanda passou e o boêmio com as pernas bambas ficou e reação não teve. A menina se foi. E hoje o boêmio chora, tendo sua amiga lua por testemunha, guardando na memória a noite em que um anjo tocou seu coração.

V.

Agora ele rabisca nos guardanapos dos bares versos de tristeza, aguardando o dia em sua musa aparecerá novamente.

Fuga
Drama

I.

Embolar as roupas, enfiá-las na mala, apenas o essencial, sim, o suficiente para viver só, apartado de qualquer opressão, o necessário para dias de frio e calor, uma bebida quente para atravessar a modorra, um livro para atiçar o tédio, de preferência com figuras, pois ainda não lê bem, mas decidiu-se; quer fazer aquilo que lhe apeteça.

II.

Ora, a vida é pra ser vivida, desfrutada já que finita!

Contra a mutilação dos instintos protestava planejando fuga, criança dona do próprio nariz, assim se via até a mãe, batendo pé sob o beiral, braços em xícara, exclamar indiferente a pena daquela partida, pois jazia no forno um bolo.

III.

Desconfiou o blefe, não nascera ontem, mas é inconfundível o cheiro de açúcar queimado com canela.

Tá bom mãe, amanhã eu fujo pra valer.

IV.

V.

Literatura
Conteúdo
Independente
Nacional

Viralume, o hub da literatura nacional

Aqui tem muito conteúdo criado pelo time Bilbbo e pela nossa comunidade independente.

Quem já esteve no Podcast
Ouça no Lanterneiro
ver mais
#piadaruim
#autoresnacionais
#clubedolivro
#fantasia
#editorasindependentes
#elenão
#ficçãocientífica
#terror